Forró do Peixe-Boi movimenta a comunidade da Barra de Mamanguape (PB)

Nos dias 11 e 12 de janeiro, aconteceu, na Paraíba, o Forró do Peixe-Boi 2014. Um evento que veio despertar a consciência ambiental para a conservação do peixe-boi marinho e do meio ambiente, bem como valorizar os moradores da Barra de Mamanguape, localizada numa Área de Proteção Ambiental propícia à existência de peixes-bois marinhos. A festa foi fruto da articulação entre a comunidade, o comércio local e instituições públicas em parceria com a Fundação Mamíferos Aquáticos, que está atuando no litoral paraibano com o Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho – patrocinado pela PETROBRAS, através do Programa Petrobras Socioambiental e apoio do Governo Federal. Nos dois dias de festa, o que se podia ver era o engajamento e comprometimento de todos os envolvidos na produção do evento e a alegria estampada no rosto dos moradores e visitantes que participaram da festa.


Torneio de Futebol   
A programação contou com atividades diversificadas, que foram desde competições esportivas a atrações culturais e ações de educação ambiental. O primeiro dia foi marcado pela maratona, cujos campeões foram Nalva (categoria feminino) e Nildo (categoria masculino), pela regata de canoa a vela (que teve como vencedor Ronaldo), o campeonato de futebol (vencido pela equipe Lagoa de Praia), exposição Memórias da Barra, Cine Peixe-Boi com exibição de filmes ambientais produzidos por agentes ambientais da comunidade, feira de artesanato, cortejo da Lapinha e shows com o músico Danilo Wagner e as bandas Esquentaê e Forró das Arábias. No segundo dia, o público pode participar de atividades lúdicas de educação ambiental e conferir a apresentação do Eco Teatro e do Toré com os índios da comunidade indígena de Tramataia.


Exposição Memórias da Barra                        Eco Teatro                                                      Atividades lúdicas 
  

O Forró do Peixe-Boi movimentou a comunidade, tanto na produção quanto na participação na festa. Durante cinco meses, os moradores se articularam, por meio de comissões de produção, com reuniões semanais de pauta, norteadas pela Fundação Mamíferos Aquáticos. O objetivo, de acordo com a FMA, foi estimular a comunidade a se sentir protagonista e responsável pela conservação do peixe-boi marinho, da Barra de Mamanguape e também pela festa, para que o evento se consolide no calendário de festividades da região.


Fotos: Karlilian Magalhães/Acervo FMA