XVII Semana de Biologia da UFPB discute conservação do peixe-boi marinho no Brasil

O peixe-boi marinho está em perigo de extinção no Brasil. Durante uma semana, a equipe do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho (PVPBM) discutiu o assunto na XVII Semana de Biologia da Universidade Federal da Paraíba, que este ano teve como tema "Biologia além da academia: explorando novos horizontes". O PVPBM participou da programação do evento com uma exposição temática e um stand informativo sobre o peixe-boi marinho. E na quinta-feira (20/09), o médico veterinário e pesquisador João Carlos Gomes Borges, coordenador do PVPBM, esteve presente na mesa redonda "Projetos de conservação de animais marinhos". O pesquisador falou sobre as ações e atividades que o Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho desenvolve em prol da conservação da espécie no Nordeste do país.

"Numa situação em que a espécie se encontra, quanto mais discussão, quanto mais esse tema for  posto na agenda de diálogo das universidades, dos centros de pesquisas, dos órgãos ambientais, é sempre importante para, de alguma maneira, alicerçar melhor a estratégia de conservação da espécie e também despertar interesse de outros alunos, de outros professores a desprender esforços e pesquisas em prol dos peixes-bois marinhos", ressalta João Carlos Gomes Borges. O pesquisador salienta que o evento, além de proporcionar um canal de comunicação com a academia, de transmissão de conhecimento e de iniciativas, é também uma oportunidade de aprender com outros projetos que são apresentados, o que acaba contribuindo para o aprimoramento das ações desenvolvidas.
 



Para a ecóloga Iara Medeiros, educadora ambiental do Projeto, a participação do PVPBM na Semana de Biologia da UFPB foi bastante enriquecedora e proveitosa. "Percebemos uma aceitação positiva dos organizadores e dos estudantes com relação ao tema da conservação do peixe-boi marinho. Eles puderam conhecer um pouco mais sobre a espécie e se mostraram bastante interessados e dispostos a ajudar o Projeto nas ações e atividades desenvolvidas no Nordeste para evitar a extinção do mamífero aquático. Com certeza, ganhamos grandes parceiros na luta e trabalho pela conservação do peixe-boi marinho".    
"Uma parceria super importante no nosso evento e que futuramente a gente pode somar mais eventos, mais momentos científicos, principalmente com relação à conservação do peixe-boi marinho e dos projetos que a Fundação Mamíferos Aquáticos trabalha. O ganho científico foi enorme, teve um retorno significativo para o nosso evento e para todos os campus e universidades que o evento comporta e recebe. Só temos a agradecer",  diz Ruan Navarro, coordenador da XVII Semana de Biologia da UPPB.
O Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho - realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos e patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental - é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção desta espécie no Nordeste do Brasil.
Fotos: Acervo FMA