Aracaju terá programação especial no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias


Estimativas apontam que até 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos. Um dado preocupante que precisa ser discutido todos os dias. Só para se ter uma ideia: muitos dos animais atendidos pela Fundação Mamíferos Aquáticos apresentam problemas por terem interagido com o lixo. Alguns se machucam, outros confundem com comida e acabam ficando doentes e até morrendo. No próximo sábado (21/09), as equipes do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho – realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos e patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental – estarão reunidas em Aracaju para refletir e discutir o tema com as comunidades locais e promover o International Coastal Cleanup Day, o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, evento que acontece em diversas praias do mundo, coordenado pela ONG Ocean Conservancy. Na capital sergipana, a concentração será às 8h, na praia de Aruana, em frente ao Solarium Bar e Restaurante.
Todos podem participar. A orientação é para que os voluntários usem um calçado confortável, boné, roupas leves, passem protetor solar e tragam a sua garrafa de água. Os participantes percorrerão 1 km de praia. O material coletado durante o percurso será pesado e passará por gravimetria. Tudo será anotado. As informações serão encaminhadas para a Ocean Conservance, que compilará o resultado de todos os voluntários do planeta e enviará para o banco de dados mundial da ONU. Ao final do evento, haverá a divulgação dos resultados, um lanche coletivo, atividades recreativas, aula de funcional e apresentações culturais.

O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias é uma ação simbólica e totalmente voluntária que tem como principal objetivo sensibilizar e alertar a população para a importância do descarte correto do lixo. Esta ação também visa provocar mudanças de atitude e gerar a reflexão sobre as consequências negativas que esse lixo ocasiona no meio ambiente e como podemos minimizar ou anular tais impactos. Em Aracaju, o evento está sendo promovido pelo Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho com a parceria da Unimed, Solarium, Vivere Seguros, Sobral Fitness Academia, Energisa e com o apoio do Aracaju Lixo Zero, Colégio Arquidiocesano, Colégio Amadeus, Centro Educacional Pedacinho do Céu e Clube dos Desbravadores.

O Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho – realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos e patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental – é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção da espécie no Nordeste do Brasil. Atua nas áreas de pesquisa, tecnologia de monitoramento via satélite, manejo, educação ambiental, desenvolvimento comunitário, fomento ao turismo eco pedagógico e políticas públicas. Em Sergipe e na Bahia, monitora diariamente, sensibiliza a população e cuida da conservação do peixe-boi marinho "Astro", o primeiro da espécie a ser reintroduzido no Brasil. Para acompanhar as ações e atividades do Projeto, acesse: www.vivaopeixeboimarinho.org e @vivaopeixeboimarinho (fanpage e instagram).