Crianças do povoado de Coqueiro, no litoral norte da Bahia, ganham biblioteca reformada

Quando um peixe-boi ajuda a transformar realidades... A reinauguração da Biblioteca Comunitária Manatus, localizada no povoado de Coqueiro, Jandaíra (BA), em uma das bases do Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho, aconteceu no último sábado (29/01). O espaço, criado em 2015 pela ONG Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), instituição realizadora do Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho em parceria com a Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, foi todo reformado e ganhou um novo acervo de livros.  Agora, as crianças e adolescentes da região terão disponíveis para leitura mais de 500 livros infantojuvenis que foram doados durante a campanha “Doe um livro para a Biblioteca Manatus e incentive leitores mirins”, realizada entre outubro e dezembro de 2021, nos estados da Paraíba (Rio Tinto), Pernambuco (Recife e Petrolina) e Sergipe (Aracaju).  

“O tempo passou, as crianças já tinham lido todos os livros do pequeno acervo, não havendo mais o mesmo brilho de antigamente. Assim, nasceu a necessidade de renovar o acervo e de novos livros serem adquiridos, surgindo então a campanha ‘Doe um Livro para a Biblioteca Manatus e Incentive os Leitores Mirins’. A intensão era realizarmos algo simples, solicitando doações para nossos colaboradores, editoras infantojuvenis, e uma divulgação nas nossas redes sociais. Para abrilhantar nossa campanha, convidamos a escritora Marcela Franca, autora do Livro Scamonis – o outro lado de mim, que já era parceira da FMA para amadrinhar a campanha, e com isso tudo mudou. Marcela trouxe um brilho e uma força para a campanha que a transformou em um grande sucesso. Foram várias ações, envolvendo novos parceiros, eventos e como resultado mais de 1000 livros arrecadados e a possibilidade de replicar a Biblioteca Manatus nos outros estados que a FMA atua, Sergipe e Paraíba. A Campanha não ficou apenas na arrecadação de livros, a equipe da FMA se mobilizou para reformar o espaço como um todo, o local foi pintado, a sala recebeu uma linda pintura decorativa, foi realizado um novo layout com aquisição de novos equipamentos e mobiliários adequados à faixa etária das crianças, para isso contamos com o apoio de voluntários e pessoas da sociedade que se mobilizaram e fizeram doações do seu tempo ou de recursos para ajudar a adquirir os novos itens”, conta Jociery Vergara-Parente, diretora presidente da Fundação Mamíferos Aquáticos.

A Biblioteca Manatus recebeu esse nome em homenagem ao peixe-boi-marinho (Trichechus manatus), mamífero aquático ameaçado de extinção no Brasil e que é ícone do trabalho realizado pela FMA. O peixe-boi-marinho “Astro”, monitorado pelo Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho, escolheu o complexo estuarino onde Coqueiro está localizado como sua área de vida. Coqueiro é um povoado simples com cerca de 800 habitantes, o acesso terrestre ao local é restrito e a maioria dos seus moradores vive da pesca. A ideia da biblioteca é conectar a cultura com a educação ambiental, proporcionando o acesso livre ao conhecimento, o incentivo à leitura entre crianças e adolescentes e a sensibilização sobre a importância da conservação ambiental. No espaço, além de explorar o mundo dos livros e da leitura, as crianças brincam, assistem a teatrinhos, vídeos educativos e se encantam com as estórias e histórias contadas pela equipe da FMA. 

O Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho - realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos em parceria com a Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção desta espécie no Nordeste do Brasil. Atua nas áreas de pesquisa, tecnologia de monitoramento via satélite, manejo, educação ambiental, desenvolvimento comunitário, fomento ao turismo eco pedagógico e políticas públicas. Conta com o apoio da APA da Barra do Rio Mamanguape, Arie Manguezais da Foz do Rio Mamanguape, Cepene/ ICMBio e Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal da Paraíba.





Fotos: Elaine Knupp/ Acervo FMA