3º Webinar Viva o Peixe-Boi-Marinho discute status de conservação da espécie no Brasil


Estão abertas as inscrições para o 3º Webinar Viva o Peixe-Boi-Marinho - Conservação Marinha & Década do Oceano, que acontecerá no dia 19/04, das 14h às 15h30, de forma online, pela plataforma digital Microsoft Teams. O tema desta terceira edição é  “Chamamos o VAR: revisão do status de conservação do peixe-boi-marinho no Brasil”. Na ocasião será apresentado o artigo “Don’t let me down: West Indian manatee, Trichechus manatus, is still critically endangered in Brazil”, pela Dra. Ana Carolina Meirelles. Um estudo muito importante que pode contribuir com estratégias nacionais mais eficientes para a conservação do peixe-boi-marinho no Brasil. 


A espécie encontra-se na Lista Nacional da Fauna Ameaçada de Extinção há pelo menos 25 anos. Pela sua queda populacional considerada e sua perda significativa de habitat, o seu status de conservação era classificado como “Criticamente ameaçado”, porém, desde 2014, o governo brasileiro mudou esse status de conservação para “Em perigo”, reduzindo o alerta crítico da espécie no Brasil. No entanto, utilizando a metodologia da International Union for the Conservation of Nature (IUCN), mundialmente reconhecida, o estudo elaborado pela Dra. Ana Carolina Meirelles - com a participação do professor e médico veterinário João Carlos Gomes Borges, coordenador do Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho, e dos pesquisadores Vitor Luz Carvalho, Miriam Marmontel, Danielle Lima, Maria Danise Alves e Fabrício Rodrigues dos Santos - alerta que a espécie ainda encontra-se “Criticamente ameaçada de extinção” no país e pede revisão urgente do status nacional.

Para se inscrever no 3º Webinar Viva o Peixe-Boi-Marinho, acesse: formulário . O Projeto Viva o Peixe-Boi-Marinho - realizado pela Fundação Mamíferos Aquáticos em parceria com a Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental - é uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção desta espécie no Nordeste do Brasil. Atua nas áreas de pesquisa, tecnologia de monitoramento via satélite, manejo, educação ambiental, desenvolvimento comunitário, fomento ao turismo eco pedagógico e políticas públicas. Conta com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal da Paraíba.